Tendência de elevação do aquecimento global foi confirmada pela medição do Serviço de Mudanças Climáticas da União Europeia, que classificou 2019 como o segundo mais quente da história.

A curva crescente das temperaturas globais marca os últimos cinco anos, com recorde em 2016, desde o início do monitoramento, com 1 VÍRGULA 2 grau Celsius acima da era pré-industrial.

Já 2019 registrou temperaturas de pouco mais de meio grau mais quentes do que a média de 1981 a 2010.

Dados do Centro Copernicus indicam que a temperatura da Terra aumentou cerca de 1 vírgula 2 grau Celsius na comparação com o período pré-industrial.

E reforçam que as concentrações atmosféricas de carbono continuam em alta e atingiram níveis mais elevados no ano passado.