Estudo brasileiro publicado na revista científica Nature, na quarta-feira, demonstrou que mulheres têm uma resposta imune mais eficiente ao novo coronavírus do que homens.

A pesquisa reúne profissionais de diversos países, inclusive brasileiros, na Universidade de Yale.

Os cientistas analisaram 98 pacientes - 47 homens e 51 mulheres - e concluíram que elas desenvolveram uma resposta mais eficiente das células T - as de defesaa do corpo.

Também tiveram menos respostas inflamatórias à doença do que os homens.

A resposta inflamatória à Covid-19 é uma reação "exagerada" do sistema imune, que causa a chamada "tempestade de citocinas" no corpo e pode levar à morte.

Estudos anteriores demonstraram que essa reação exagerada no início do quadro pode indicar se a infecção causará complicações mais severas.

As células T podem destruir qualquer tipo de vírus, inclusive o Sars-CoV-2.