Indústria brasileira segue otimista, com tendência de recuperação.


Pelo quarto mês seguido, a Fundação Getúlio Vargas, a FGV, registrou alta no índice que mede confiança do setor.

 

O indicador avançou oito vírgula nove pontos em agosto e foi para 98 vírgula sete pontos.

 

Com as altas ocorridas desde maio, o Índice de Confiança da Indústria já recuperou 40 vírgula cinco, dos 43 vírgula dois pontos perdidos em março e abril.

 

E apesar de ainda haver insatisfação com o nível de demanda, a opinião dos empresários sobre os negócios se aproxima cada vez do período pré-pandemia, afirma a economista da FGV, Renata de Mello Franco.

 

De acordo com a especialista, para mais de 40 por cento do setor, a previsão para os próximos meses é de aumento no ritmo de produção.

 

O crescimento da confiança foi verificado em 18 dos 19 segmentos industriais pesquisados em agosto.

 

E a alta também foi sentida no Índice de Situação Atual, que subiu oito vírgula sete pontos e atingiu 97 vírgula oito pontos.