Covid-19 pode sobreviver por até nove horas na pele humana, um período bem maior que o do vírus da gripe, que resiste por menos de duas horas.

A descoberta é de pesquisadores japoneses, que alertam para a importância de lavar as mãos com frequência para combater a doença.

O objetivo é diminuir o risco de transmissão do vírus por contato e, dessa forma, desacelerar a pandemia de coronavírus.

Os cientistas do Japão comprovaram que os dois vírus, da gripe e da Covid-19, ficam inativos em 15 segundos com a aplicação de etanol, substância utilizada em desinfetantes.

Para chegar a essas conclusões, eles examinaram a pele obtida em necropsias, aproximadamente um dia após a morte.

O estudo reforça a orientação da Organização Mundial da Saúde, para que as pessoas previnam a transmissão da Covid-19 a partir da higienização constante das mãos.