INSS envia notificações para segurados que tiveram o benefício revisado.

 

Quer dizer que, após uma análise administrativa, o órgão entendeu que precisa avaliar novamente os documentos que foram levados em conta para liberar a aposentadoria ou a pensão, por exemplo.

 

Têm sido enviadas cartas para o endereço de cada cidadão; e elas também estão disponíveis de maneira online, no aplicativo de celular dos Correios.

 

O que deve ajudar nos casos em que, por algum motivo, não for possível entregar a correspondência ou nos quais a pessoa mudou e não atualizou os dados junto ao INSS.

 

Um milhão e 700 mil segurados, aproximadamente, serão notificados e terão até 60 dias para mandar a documentação pedida.

 

Caso contrário, o benefício será suspenso ou bloqueado.

 

Até por conta da pandemia, o envio deve ser feito, preferencialmente, pelo site ou pelo aplicativo do INSS.

 

Ou o segurado deverá agendar, pelo telefone 135, a entrega dos documentos em uma agência do órgão.