Redução da jornada e dos contratos de trabalho deverá impactar sobre o décimo terceiro salário este ano.

 

Os acordos individuais e coletivos assinados deste o início da pandemia de coronavírus atingiram nove milhões e 800 mil trabalhadores.

 

Esses profissionais deverão receber um valor menor do décimo terceiro em 2020.

 

Isso porque o período em que o contrato esteve suspenso não será considerado para o cálculo do benefício.

 

Além disso, é preciso que o funcionário que teve a jornada reduzida tenha trabalhado ao menos 15 dias em cada mês, para receber o abono proporcionalmente.

 

O décimo terceiro salário é pago pelas empresas em duas parcelas, nos dias 30 de novembro e 20 de dezembro.

 

Por causa da pandemia, aposentados e pensionistas do INSS receberam antecipadamente este ano, em abril e junho.

 

A previsão do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, o Dieese, é que o décimo terceiro injete 215 milhões de reais na economia em 2020.