Quase oito bilhões de reais do saque emergencial que não foram movimentados pelo trabalhador voltarão para as contas do FGTS.

 

A Caixa informa que já começou a realizar o procedimento, que pode demorar até sete dias.

 

Por causa da pandemia e da crise, o Governo tinha liberado a retirada de até mil e 45 reais do saldo do Fundo Garantia de cada cidadão que tivesse esse dinheiro disponível.

 

Porém, muita gente nem mexeu na grana, que foi transferida da conta do FGTS do trabalhador para uma conta digital da Caixa aberta no nome dele.

 

Quem esqueceu de sacar, mas quer ou precisa desse dinheiro ainda pode receber.

 

Será preciso solicitar o saque entre os dias sete e 31 de dezembro, pelo aplicativo de celular do FGTS.

 

Aí, ele será novamente transferido para uma conta digital da Caixa e poderá, por exemplo, ser sacado, transferido para outro banco ou usado para fazer compras pela internet.

 

Foram liberados, ao todo, 38 bilhões de reais, para cerca de 60 milhões de pessoas.

 

É possível entrar em contato com a Caixa, pra falar sobre o saque emergencial, pelo site do banco, pelo aplicativo FGTS e pelo telefone 111.