Novo sistema de transferências PIX poderá ser usado para o pagamento da fatura do celular e a recarga de serviços pré-pagos móveis e fixos.

 

As opções estão previstas em acordo do Banco Central com o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal, o SindiTelebrasil.

 

O Banco Central informa que a parceria pretende melhorar a experiência de pagamentos dos usuários e a gestão financeira dos recebimentos do setor de telefonia móvel.

 

A utilização do PIX será feita gradualmente, de forma autônoma, voluntária e independente pelas empresas.

 

O novo sistema permite que sejam feitas transferências de dinheiro em qualquer dia da semana, por 24 horas, e as operações ocorrem de forma instantânea.

 

O PIX também já pode ser utilizado para fazer pagamentos imediatos, por QRCode, como acontece com os cartões de crédito e débito.

 

Há alguns dias, o Banco Central adiou para 15 de março o início dos pagamentos em data futura, com o uso do sistema.

 

Isso vai permitir que lojistas e outros prestadores de serviços emitam um QRCode, que funcionará como uma espécie de boleto.