O ditado “quem casa quer casa” continua na moda mesmo em ano de economia praticamente estagnada como 2020.

Jovens solteiros foram os que mais adquiriram automóveis e motocicletas, enquanto casados lideraram as aquisições de imóveis.

Os dados levam em conta o mês de outubro nas aquisições de uma empresa de consórcios com mais de 70 mil clientes ativos no Brasil.

Mostram crescimento no volume de créditos e na entrega de bens na comparação com o mesmo mês de 2019.

Ainda que os homens permaneçam na liderança das aquisições, são as mulheres que mais fecham contratos para serviços.

Pessoas na faixa etária entre 20 e 30 anos são as que mais compram cotas de todos os segmentos de consórcio.