As vendas online de livros aumentaram 44 por cento em 2020 sobre 2019.

 

No ano passado, foram adquiridas 14 milhões e 200 mil publicações no e-commerce.

 

Somente de março a maio, quando a maioria da população estava de quarentena, o aumento nas vendas de livros foi de 52 por cento.

 

Os números são de levantamento da NeoTrust e da Compre & Confie, empresa de inteligência de mercado.

 

A pesquisa indica que os livros foram uma das formas de entretenimento dos brasileiros durante isolamento social.

 

Por faixa etária, a maioria dos pedidos, o equivalente a 37 por cento, foi feito por pessoas com idades entre 36 e 50 anos.

 

As mulheres compraram mais livros online que os homens, com um índice de 59 por cento.