Compras feitas com cartões de crédito, débito e pré-pagos cresceram 35 POR CENTO no terceiro trimestre neste ano, na comparação com o período do ano passado. 

O volume movimentado passou de 687 BILHÕES DE REAIS nos meses de julho, agosto e setembro. 

Para se ter uma ideia, foram OITO BILHÕES 200 MILHÕES de transações com o chamado dinheiro de plástico, o que representa 63 mil operações por minuto. 

A forma preferida para pagamentos é pelo crédito, que movimento mais de 420 BILHÕES DE REAIS.  

Na sequência, o débito, com um total de 235 BILHÕES e outros quase 32 BILHÕES DE REAIS em operações com o cartão pré-pago. 

Os dados são da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços. 

Do montante global, 146 BILHÕES E MEIO foram de movimentações com cartões em compras pela internet, aplicativos ou meios não presenciais, por exemplo, por WhatsApp. 

Segundo a associação, os meios virtuais representam 35 POR CENTO de todos os gastos realizados com cartões de crédito.